terça-feira, 3 de setembro de 2013

Eu e a Informática (1)

Lembro-me do meu pai me levando para "trabalhar" com ele aos sábados e eu lá ficava vendo ele digitar e perguntava o que era cada coisa e ele me respondia. Teve até uma vez que tinha que apertar a letra P para imprimir, era só apertar o P e para mim era a adrenalina total.

Também teve um livro da pós da minha mãe, que ficava explicando o que era computador. Eu não entendia quase nada do livro. Mas tinha decorado o que era Bit e Byte.

E por último teve o pai de dois colegas da escola que era professor da faculdade de informática, que ensinou a gente para uma feira de ciências fazer no moderno Word para fazer as faixas. Eu tinha 13 anos e saí daquela tarde querendo trabalhar com computador.

No final daquele ano eu iria pedir para estudar para tentar passar no processo seletivo do COLTEC/CEFET.


... To be continued...

8 comentários:

Ju disse...

Ah! To be continued não vale... continua!

Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz disse...

e agora??? já é um especialista em comPUTAdor??? kkkkkkkkkk

Pattr!cia disse...

Hum... adoro esses post rs Aguardando o fim.

Eu me lembro da primeira vez que passei um e-mail rsrsrsrs
Me senti a mega importante.

Bêjo

Rovênia disse...

Aguardando... o resto da história!

Fulana disse...

kkkkk tem coisas que é dom mesmo, pq se cada um desses pequenos acontecimentos fosse comigo, eu estaria decerto sendo assistente social!

Bah disse...

Meu primeiro contato com computadr já foi com o mIRC auhaua já viu a desgraça que tornou rs

Kisu!

Turismóloga disse...

Tu deve ser cabeçudo, digo, cdf....

Tô precisando de um help no meu note.. kkkkkkkk....

Beijos

Sandra disse...

Eu trabalhei em duas software houses e nenhuma delas me despertou o desejo de ser uma especialista em informática :-(. Meu mundo é das humanas, mas me casei com um cara das exatas :-).